quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Será que venderam o Jalapão?

Pois é minha gente, por aqui está o maior sussurro por causa de um reality show da TV americana CBS que está sendo gravado no Tocantins. Sim, sussurro porque ninguém tem tido coragem de falar sobre essa história que está causando a maior polêmica.

E por que a polêmica? Vou explicar.

A TV CBS está gravando no Jalapão, na região de Rio Sono, um reality show chamado Survivor (o original do global No Limite). Até aqui, não há problema algum. O problema mesmo está no desastre ecológico que esta equipe está causando na região quando coloca tratores e sistema de esgoto. Como se não bastasse, esses importantes produtores americanos e australianos investiram cerca de 30 milhões de dólares na super produção.

Só que além desses 30 milhões em equipamentos, de interditar as dunas do Jalapão colocando placas bilíngües com escritas dizendo “Fechado para o público” e “Propriedade Particular”, parece que eles estão tirando dos cofres da emissora mais alguns milhões de dólares para manter a imprensa de boca fechada.

Um conceituado profissional local colocou a matéria no ar (sim, no ar porque é um site) e como num passe de mágica retirou imediatamente. Questionado a respeito de sua conduta, disse que estava esperando um documento e que assim que o tal documento chegasse, colocaria novamente no ar. Isso, óbvio, ainda não aconteceu.

Mas gente, o pior ainda está por vir. Uma fonte super-hiper segura veio até minha casa nesta noite para fazer uma revelação que me deixou bem preocupada: o nosso governador Marcelo Miranda, em visita ao local teve que pedir licença para entrar no território que ele comanda. Com o espaço aéreo fechado, o avião do governador precisou alterar a rota. Mas até aí tudo bem.

Só que deixou de estar bem quando, ainda segundo minha fonte, o governador assinou um contrato de 10 páginas (em inglês). Detalhe: ele nem leu o que dizia o contrato. Assinou e colocou o número do CPF. Havia uma intérprete junto, porém nem se deu o trabalho de ler. Afinal eram 10 páginas e elas não tinham nada de mais a não ser cláusulas de “confidencialidade”, certo? Nem tanto.

E se ali existe alguma cláusula doando o território à TV CBS? E se lá há uma cláusula de compromisso em que toda vez que eles quiserem vir para cá terão as mesmas regalias. Afinal, até onde o governador sabia, o programa era um documentário que falaria do Jalapão e seria divulgado em 120 países. Há poucos dias ele ficou sabendo que era um programa de sobrevivência.

O pior é que essa assinatura de contrato foi registrada por fotógrafos que tiveram os chips de suas câmeras confiscados. E sabem quem confiscou? Os próprios jornalistas da Secretaria de Comunicação do Estado que, aliás, também assinaram o bendito contrato.

Ah, já ia me esquecendo. A minha mega fonte também contou que jornalistas e editores de um dos maiores veículos de comunicação do Estado também estiveram lá, acharam tudo muito lindo, distribuíram sorrisos e, adivinhem.....não publicaram nem uma vírgula sobre o tal programa e suas badernas ambientais. Eu soube ainda que o Ministério Público Federal não gostou nada de receber essas notícias e já está pedindo explicações.

Bom, dizem que a equipe fica no nosso (se é que ainda é nosso) território até 12 de dezembro. Nem preciso dizer que, de setembro para cá, muitas festas "fantásticas" aconteceram por lá. Inclusive, um dos produtores Alton Desiree, 36 anos, morreu após saltar de uma cachoeira. Testemunhas dizem que ele tinha tomado todas. Segundo informações de pessoas que presenciam os acontecimentos, a embaixada dos Estados Unidos ainda não tinha informações do caso. A grande questão agora é: será que o governador vendeu o Jalapão para os gringos? Hipoteticamente, isso é impossível. Mas, depois de 10 páginas em inglês, ninguém garante nada...muito menos eu. O suspense está no ar!

31 comentários:

Odilio disse...

Ixi o bagaço está é feio assim!!!!

Misericórdiaaaaa...Meu Jalapão não pode ser vendido não.

Alguém...Help...Pelo amor de Deus!

Abraços a todos.

Odilio Torres

Anônimo disse...

tchãn tchãn tchãn Tchãããn!

Rafael Ishibashi disse...

Fernanda Bruni com materias polemicas como sempre!

Parabens pela coragem e pela denuncia é de jornalistas assim que estamos precisando!

Cleomar disse...

Mato a pau Fer. Este é o toque de despertar para todos os cidadãos passivos, cegos, mudos e surdos do nosso querido Brasil. Alguém tem que tocar o clarim e botar a boca no trambone e aí em Palmas é você´, pelo menos que eu tenho conhecimento. O dedo na ferida dói, não deixe de clamar pela justiça, pela honestidade, pelo respeito às pessoas e ao que a elas pertence. Basta de hipocrisia , de descaramento, de insensibilidade. Jalapão, patrimônio de Tocantins não pode ter outro dono. Parabéns Fer por fazer jus à tua missão de jornalista autêntica, sem máscara, transparente e, acima de tudo defensora da verdade e dos direitos do cidadão e da sociedade. Beijos

Christiano J. Jabur disse...

Por que ninguém reclamou quando a CBS realizou a sexta temporada do programa na Amazônia (chamada de Survivor: The Amazon), filmada em 2002 na região brasileira da Amazônia (Rio Negro, próximo a Manaus) e exibido nos EUA entre fevereiro e maio de 2003? Será que em 2002 também não havia nenhum risco para o meio ambiente?
http://en.wikipedia.org/wiki/Survivor_The_Amazon
http://www.cbs.com/primetime/survivor/recaps/?season=6
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u29381.shtml

Marcio disse...

Tem como traduzir o texto pro inglês? Tenho amigos americanos e gostaria de mandar para eles lá nos EUA para que pudessem espalhar e boicotar o programa!

Anônimo disse...

Depois tem um certo jornal do Tocantins que diz ser imparcial. TODOS são comprados, haja visto que não há anúnciantes nos veículos daqui. Uma vergonha. Todos vivem no bolso dos políticos. Falar em eleição, o que um site fez durante a campanha foi perseguição e o resto ficou na chapa-branca.

Parabéns!


Chico Mendes

Anônimo disse...

@Marcio: Você tem amigos americanos e não tem condições de traduzir um texto para o inglês? Entendi...

Anônimo disse...

O CERTO ERA ALUGAR AS LOCAÇÕES EM FAVOR DOS MORADORES DA AREA, RESPEITANDO AS RESTRIÇÕES AMBIENTAIS. CADÊ OS PREFEITOS DOS MUNICIPIOS DO JALAPÃO. SERÁ QUE OS GRINGOS VÃO USAR DE GRAÇA? OU ISSO AQUI É MESMO A CASA DA MÃO JOANA/

cleide-Mato Grosso do Sul disse...

Santa IGNORÂNCIA, IMAGINAR A VENDA DO TERRITÓRIO DE UM eSTADO, POXA VIDA, QUE COISA DE LOUCO.
pROTESTEM, MAS SEJAM NO MINIMO INTELIGENTE, CADA BURRICE QUE EU ACHAVA QUE SÓ TINHA NA TV RECORD E NA REDE tv.

Cíntia disse...

Cleide, talvez vc não tenha entendido que apesar de ser um assunto sério, o texto tá ironizando a situação. Acho que a burrice não está n texto e sim em vc.

Parabéns a jornalista. Acho muito importante que coisas desse tipo sejam ditas e não escondidas.

Jorge (Survivorkut 3) disse...

Cara Fernanda, eu assisto ao programa e concordo com o que vc diz em relação aos impactos ambientais....a mesma equ teve na Amazonia em 2002 e como de nosso amigo abaixo nada foi falado sobre o assunto...

Em relação ao contrato, fique despreocupad..o programa por ser um reality show onde tem um venecedor e eliminações faz isso em todos os países onde faz gravações (essa já é a 18 temporada)...Isso é para impedir que o ublico saiba o que vai acontecer antes do programa ir ao ar...td mundo assinaesse contrato...dos participantes até a própria equipe....não há posibilidade de venda desse território lindo...
Acontece que o governo permite para incentivar o turismo, já que o programa é uma das maiores audiências doss EUA..e é visto em quase 120 países...e provavelmente terá o retorno financeiro rocofres do estado...(não que isso substitua a degração ecológica)...`
Pra vc ter uma idéia, eles já gravaram numa rese ambiental da China...e tbmforam alvo de crítica..pq até pedir pra fechar o eaço áreo eles pedem mesmo...
fique tranquila...o Jalapão ainda é nosso!

bjs

Anônimo disse...

Eu tenho certeza de que não venderam o Jalapão e entendo a colocação da Fernanda....
É uma figura de linguagem.....

O problema é um governador assinar papéis sem ler e em inglês (idioma do qual não sabe nada) e deixar permitir um monte de abusos por parte desse pessoal...

O Jalapão não foi vendido... tenho certeza de o programa vai trazer benefícios de uma maneira ou outra.

Mas esses políticos deveriam se dar mais ao respeito e não ficar aceitando qualquer papelzinho que lhe coloquem a frente..

Daiane Santana disse...

Como é lindo os comentários "anonimos" em blogs não é?

Eu fico pasma.... o_O

Mas deixa pra lá... o que intereça aqui é o fato Jalapão... as coisas aqui são piores do que se parece.... há muitas picuinhas que na boa, parecem que não vão chegar a lugar algum, tem hora que vai temhora que não vai e todo mundo fica de mãos atadas... porque é vergonhoso o governo colocar trabalhos de pesquisados ... de anos.... indo por água abaixo...

O problema (impacto) alí não vai ser apenas ambiental, mas sim social e até jurídico ...

Abraços e sucesso com o Blog e parabéns pela indicação na folha online
:)

Anônimo disse...

Dinheiro, turismo...degradação do meio ambiente. Por que não conseguem fazer um turismo inteligente no Brasil? Todos os paises tem regras, mas no Brasil, basta chegar alguém falando inglês que o "povo" se vende. Não precisamos pagar esse preço.

Anônimo disse...

Dinheiro, turismo...degradação do meio ambiente. Por que não conseguem fazer um turismo inteligente no Brasil? Todos os paises tem regras, mas no Brasil, basta chegar alguém falando inglês que o "povo" se vende. Não precisamos pagar esse preço.

Daiane Santana disse...

Se bem que o anonimo acima tem rasão .... não dá para ficar aceitando papeizinhos ....


o_O

Priscila Dalsasso disse...

Essa é minha professora...rsrs

Realmente aprendí sobre esse jornalismo opinativo...

Parabéns pela coragem...

Ah..e quanto à abordagem...realmente não sei onde vamos parar...Se é que vai parar algum dia!!!!

bju

Ludmilla Lima disse...

Agora é esperar a visita do Marcelo Lellis (PV) ao local - s ele conseguir entrar. Aguardo novidades.

Afonso disse...

Só uma conclusão depois de ler tanta besteira: como escrevem mal!!!
Pra escola, moçada!
E a jornalista deveria se lembrar de um princípio básico da profissão: ouça as partes antes de emitir juízo.

Afonso Lopes
Goiânia/Go

Lucad disse...

aff.
e nós brasileiros, com a mania de preservar o meio ambiente para que o 1º mundo tome conta.

bj

vou voltar aqui, sempre.

vi seu blog atraves do UOL.COM

Julio disse...

Achei muito boa a matéria, só quero lhe fazer um adendo ou uma correção.
Tenho um amigo ,bem próximo, que está trabalhando(peão mesmo) nesta produção do Survivor. Ele disse que o impacto ambiental que vem sendo causado é neste quadro que você colocou. Porém a culpa não é da produção, e sim, como você bem pontuou do Governo do Tocantins. Afinal eles autorizaram a insvestida da produção por estas(aquelas!)bandas. Igual uma madereira com licença pra devastar o cerrado e amazônia no Mato-Grosso, uma construtora contratada para acabar com uma cachoeira por causa de uma hidrelétrica em Rondônia, ou uma mineradora,por ser a galinha dos ovos de outro do governo federal, causar danos irreversiveis para o ambiente e ainda MATAR pessoas no Pará.
A culpa é de quem abre as pernas pro capita!!!

E sobre a morte: oque vc postou é boato dos fortes!!!Mentira!!!
o produtor que,infelizmente faleceu,não pulou de nenhuma cachoeira, estava nadando e foi "engolido" por um redemoinho fluvial!! E também não estava bebado, estava trabalhando.

é isso.

Bom trabalho., mas lembrem-se pessoal: JORNALISTA QUE NÃO MENTE É JORNALISTA MORTO!

Solange disse...

Olá, estou aqui para demonstrar minha indignidade! Pois, estive no Jalapão tem duas semanas, em expedição ciêntífica de minha Universidade, exclusivamente para analisarmos o processo de desertificação que atinge a área das Dunas.. e acreditem, INTERDITADA! Exatamente com essas plaquinhas de "proíbida a entrada", pior, com um cara armado na entrada!
Só pudemos visualizar após a sudiba - e que súbida- do Mirante da Serra do Espirito Santo! Chegados lá em cima, nos deparamos com 3 desses gringos da CBS, que nos olharam de modo "reprovativo", como se nossa presença não fosse bem-vinda!
Quando descemos, chegaram umas caminhonetes com equipamentos, acredito que iriam fazer videos na Serra.

Em questionamento, alguns moradores da cidade de Mateiros, me informaram que a previsão de saída deles é só para meados do ano que vem!
Bem, vcs que moram nas proximidades sabem muito mais do que eu, que só passei alguns dias na região.

Mas, posso dizer, que me senti um nada, diante do poder do dinheiro, poder que ele exerce sobre os brasileiros! Isso é um absurdo!!
Não podemos ter acesso ao que é nosso, pq tem gente de fora mandando!
É lasca!

Anônimo disse...

Tenho uma pergunta a fazer?

Foi dito que morreu um produtor numa cachoeira durante as gravações...

Foi feito um inquérito policial disso?
Esse óbito foi atestado por um médico local?
Foi registrado no cartório de Mateiros?
As guias necessárias para o translado do corpo para os Estados Unidos foram fornecidas por quem?

Esse pessoal passou por cima de tudo e todos. Fazem o que querem, onde querem e como querem.

Mais vergonhoso do que a subserviência do Governo é cumplicidade da Imprensa.

Governo Imbecil e Imprensa Vendida...

Anônimo disse...

eu não axo q o governador seja tão irresponsavel de assinar uma coisa que ele não sabe o que é ...
quem vai no jalapão tem que tomar todo um cuidado com as dunas pra não assoriar os rios e etc...
o que o dinheiro não compra ???

Chopinho PE disse...

Isso é um abuso fui de Recife-PE para o Tocantins em excursão didática e qnd chegamos no início das Dunas estava fechada.

Leide disse...

Santa Burrice!!!
MEu, a área que eles estavam é PROPRIEDADE PARTICULAAAAAARRRR!!! se algum produtor for em sua casa para filmar e te pagar cerca de 14 mil dólares, o que vc vai fazer??? vai alugar , ora bolas... que burrice... o lugar onde se alojaram já era CAMPO LIMPO, área de pouso de teco-tecos (kkk), os caras passaram até detector de metal no chão para ver se ficou um prego!!! O esgoto que surgiu (obviamente) foi tratado com a maior tecnologia, pois tratava até água salgada!!! Shampoo, sabonete, detergente, tudo biodegradável!!!

Outra coisa, vcs acham mesmo que a CBS não ia se preocupar com o meio ambiente visto que o patriocinadores dão milhões para eles??? quem que vai patrocinar uma programa que degrada o meio ambiente???? Meu que burrice... fala sério, a gente tem que aprender pensar e olhar os dois lados das coisas pra ver se erra menos...

As dunas estavam interditadas, porque fazia parte de propriedade particular... mas como??? simples... antes do jalapão se tornar uma APA (Area de Preservação Ambiental) já existiam pessoas morando lá, pra retirar essas pessoas, o governo tem que idenizar, para idenizar, tem que reassenta-los em lugar igual ou melhor, onde as pessoas possam se sustentar plantando ou fazendo qualquer outra coisa!!!

que burrice gente, parem de falar bobagem!!!

Carla disse...

Nossa. Nunca ouvi falar de nada disso! Vou apurar com as minhas mega fontes.

Leonel disse...

A falta de conhecimento realmente gera comentário absurdo como visto aqui...

Pessoas que não conhecem o Jalapão e sua particularidades, tecem esses comentários populistas...

Parabéns a Leide pelos seus comentários, deve ser a única que conhece a região...

Carla...mude as suas "megas fontes"...elas são uma piada.

Anônimo disse...

Vender o Jalapão? Ainda não. Mas deixa areia atingir um preço bom , aí nóis vende mesmo. E vocês , como bons brasileiros, vão ficar aí pelos cantos chorando as pitangas. Depois de efetuada a transação, LOGICO!!!!!

Anônimo disse...

Vender o Jalapão? Ainda não. Mas deixa areia atingir um preço bom , aí nóis vende mesmo. E vocês , como bons brasileiros, vão ficar aí pelos cantos chorando as pitangas. Depois de efetuada a transação, LOGICO!!!!!