sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Queridas fãs do Tchê Garotos de todo o Brasil!

Tenho visto a reação de algumas fãs em relação ao capítulo 14 do livro – Elas não poderiam faltar: as Tchê Garotetes. Por que não fui citada? Por que não aparece meu fã clube? Pois bem, quero aproveitar este espaço para explicar como foi feita a relação de histórias.


A pesquisa de fãs clubes foi feita através da internet entre sites, blogs e redes sociais e cheguei ao número de 20 fãs-clubes. Nesta relação, consegui o nome do/da presidente, telefone e e-mail de contato. Liguei e mandei e-mail para todos. Mas, muitos telefones estavam desatualizados, muitos e-mails voltaram e alguns não foram respondidos.


Daqueles que consegui contato, pedi a relação de fãs cadastradas com o telefone para eu entrar em contato. Pouquíssimos responderam. Dos que responderam, vi que 4 fãs clubes se localizavam na região metropolitana de Porto Alegre. Como preciso entrevistar e gravar o depoimento para poder colocar no livro, pensei: vou fazer um encontro de fãs clubes em Porto Alegre e ali consigo as histórias necessárias para o capítulo em questão. Mandei e-mail pra todos (da minha lista) os fãs clubes do Rio Grande do Sul, convidando para o evento, mas novamente somente esses 4 responderam.


No dia 22 de maio de 2011, viajei de São Paulo à Porto Alegre e me encontrei com os fãs clubes, somando quase 50 pessoas. Além de saber das histórias, precisava tê-las gravadas e fotografadas. Então, se eu não te entrevistei para o livro, não poderia contar a sua história.


Ainda assim, nem todas as entrevistas que fiz puderam aparecer, pois o capítulo tem apenas 16 páginas pra contar milhares de histórias. Foi sistemático e não por preferência. As fotos que lá aparecem tiveram de ser autorizadas para a publicação ou foram tiradas na hora. As pessoas que aparecem ali foram selecionadas somente por estarem próximas umas às outras.


Espero que entendam a minha impossibilidade de viajar para várias cidades no Brasil, para gravar depoimentos e colher fotos de mais de 1.000 fãs cadastradas em fãs-clubes.


Quero deixar outra coisa bem clara: O TCHÊ GAROTOS NÃO TEM NADA A VER COM ESTA SELEÇÃO. Em nenhum momento a banda interferiu no meu trabalho, e muito menos sabia que o livro ia mencionar algum fã clube. Eles tiveram participação apenas nos relatos de sua história como músicos. O CAPÍTULO SOBRE AS FÃS É DE INTEIRA RESPONSABILIDADE MINHA, ASSIM COMO A SELEÇÃO DE TUDO O QUE TEM NO LIVRO.


No período de pesquisa junto com o grupo, pude perceber o enorme carinho que eles dedicam a todos os seus fãs. E vocês, fãs sabem disso melhor do que ninguém. Provavelmente até melhor do que eu. Dediquei meu livro a vocês, a todos vocês.


No livro, verão que me desculpo antecipadamente com aquelas fãs que não foram citadas. Mas, isso não significa que não sejam igualmente importantes. Pelo contrário! A banda dedica todo o seu trabalho a vocês. EU SEI DISSO! EU ENTENDO ISSO! POR ISSO TAMBÉM DEDICO ESSE LIVRO A VOCÊS!


Um grande abraço a todas